O músico se adapta ao instrumento, seja qual for

O músico se adapta ao instrumento, seja qual for

O violão é um instrumento musical mas também um objeto de design para muito, a guitarra elétrica é resultado de uma evolução onde houve transformação tanto em sua forma quanto em sua função, o violão acústico se torna um instrumento completamente diferente, tanto em seu design quanto em sua forma de tocar, também temos a viola caipira que entra com um outro design, também tem sua beleza.

Diversos instrumentos foram projetados ou adaptados há séculos, não foram projetados com os recursos que temos em nosso cotidiano, com o auxílio de um designer que compreende a disciplina da ergonomia. O Luthier era e continua sendo o profissional responsável em projetar e atender as necessidades do músico.

A tradição leva a sério está carga histórica presentes no instrumento impede que o violão clássico sofra alterações, restando aos músicos a utilização de acessórios que melhorem sua postura e preservem sua saúde física.

Viola CaipiraTomamos como nota que o músico também se adapta ao instrumento, iniciativas de um grande violonista como a de Paul Galbraith, violonista escocês que inovou tanto na forma de tocar o instrumento quanto na própria composição de cordas (oito cordas).

A postura é algo de real impotência para se tocar um instrumento e ter músculos saldáveis na hora de aprender .

Quando você for aprender a tocar um instrumento, seja ele qual for, lembre-se que ter uma boa ergonomia é essencial para não gerar dano ao seu corpo, aliás a música tende a se um  estimulante para nos relaxar não para nos lesionar.

Garanto que suas aulas de viola caipira, violão, teclado, seja qual for ela será melhor se seguir dicas de postura.

 

 

 

Advertisements
A moda de viola em São Paulo

A moda de viola em São Paulo

A Moda em São Paulo

São Paulo é forte, e tem uma boa tradição com a moda de viola. São Paulo é um dos estados onde se concentra a maior tradição com relação a moda de viola. Os modistas que se encontram no estado de São Paulo entendem a ‘quadra’ de uma canção como ‘verso de dois pés’. A sextilhas são denominados versos-de-três-pés e as oitavas são conhecidas como versos dobrados ou ainda moda-dobrada.

O nome “pé” na moda de viola no Brasil também é conhecida como “verso”, pelos amantes da viola . No caso de São Paulo, as rimas são fixas e encarreiradas. Os cantadores, como chamam que apresenta suas rimas em uma moda de viola, para chamarem a atenção do povo à indaga-los a ouvir suas modinhas, podem cantar uma melodia em diferentes espaços.

Essa ação é chamada de levante, é o encabeçamento da moda de viola. Quando a canção termina, há um momento chamado de “arto” ou do baixão; com o passar do tempo o universo das cidades também começou a ser inserido nas letras das modas de viola,

Nordeste

cantadores.png

A moda no Nordeste é linda, tão peculiar e original quanto o estilo de São Paulo. Sua moda transborda sextilhas, martelo, moirão, quadrão e galope. Com improvisações para lá de incríveis, com o uso de uma redondilha consideravelmente maior com até sete sílabas. Quase sempre em pares, os cantadores fazem diversos tipos de composições e até mesmo verdadeiros desafios entre si.

Pesquisadores acreditam que os primeiros indícios da musicalidade mostrada pela moda de viola, surgiu por volta dos anos 30, a partir de Cornélio Pires, Mandi e Sorocabinha, Zico Dias e Ferrinho, Caçula e Marinheiro, Laureano e Soares, dentre outros.

Depois de algum tempo, surgiram nomes conhecidos como Tonico e Tinoco, Torres e Florêncio, que conseguiram seu espaço ao sol. Depois dessa trajetória, o ritmo envolvente se consolidou e fez a cabeça de muitas gerações, até mesmo nos dias de hoje.

Tanto conteúdo, tanta história, que tal entender de uma maneira mais suave todos esses anos de história e finalmente comprovar a grandiosidade desse ritmo? Que tal aprender um pouco dessa nossa cultura, aprendendo com aula de viola caipira?

 

 

Hoje, iremos conhecer um pouco mais sobre a história da viola.

Hoje, iremos conhecer um pouco mais sobre a história da viola.

Moda de viola e sua história

A expressão moda de viola, tem como origem o estilo da música caipira brasileira, que se destaca naturalmente entre os outros, onde é possível tirar referencias de vários outros estilos musicais como por exemplo: toadas, cantigas, viras, canasverdes, valsinhas e modinhas, união de influências europeias, ameríndias e africanas.

Mas um conteúdo tão rico como esse não surge apenas como acordes belíssimos em um violão numa tarde de sol; você sabia que a palavra moda vem de origem portuguesa? O significado para essa palavra é canto, melodia ou música.

Mas no Brasil, a palavra toma um significado, que já está incrustado em nossa história como um tipo de canção rural, onde a grande concentração de fãs fica no centro-oeste e sudeste, onde a maioria das canções mais conhecidas são previamente escritas e decoradas. No Nordeste, o estilo musical também ganha bastante atenção, mas por lá o estilo tem uma diferença curiosa, visto que por lá eles usam e abusam da arte do improviso.

Na maioria das canções produzidas, as modas contam com pelo menos um dos três temas que se mostram muito presentes em sua cultura: a vida do boiadeiro, a luta do lavrador e também as breves, porém muito interessantes histórias do povo caipira, inclusive aquelas que são capazes de provocar sentimentos que muitas vezes nem a realidade é capaz de provocar, como por exemplo canções que envolvem a morte de entes queridos.

O incrível de saber é que a tecnologia vem nos proporcionado um acesso prático a essas músicas. Assim hoje é possível aprender música de viola caipira pegando cifras na web, também baixar arquivos em pdf e aprender como tocar viola caipira, a internet é incrível mas apreciar nossa cultura é primordial.

Brasil e a Viola.jpg

A moda de viola, usando como formato padrão, pode ser composta em uma simples narração de recital. Uma história que deve ser minuciosamente contada, detalhes são importantes. Com as melodias livres, você consegue sentir como se fossem poesias faladas e acompanhadas por instrumentos musicais.

Fique agora com esse vídeo maravilhoso onde poderá ouvir os acordes de viola caipira.

Se tem uma coisa que todo mundo ama é música, fala sério, se vai concordar de alguma forma.

Se tem uma coisa que todo mundo ama é música, fala sério, se vai concordar de alguma forma.

Então, fique agora com curiosidades rápidas sobre a música.

Seja o estilo que for a música é uma arte apreciada por todos. E temos muitas curiosidades que este universo esconde, então vamos nessa com está matéria que você vai amar.

Curiosidades Rápidas sobre Música.

Você sabia que seu batimento cardíaco ajuda de acordo com a música que você está ouvindo ?

Nenhum dos Beatles conseguia ler partitura musical.

the-beatles.jpg

Desde 2001, acontecendo um concerto em uma igreja da Alemanha, mas , só vai terminar no ano de 2640, se tornando o concerto mais longo do mundo.

 

Elvis Presley gravou mais de 600 canções, mas ele não compôs nenhuma delas.

A expressão Earworm que significa em português “Minhoca de Orelha” é usada para definir quando uma canção não sai da sua cabeça, aqui no Brasil acredito que usamos a famosa música chiclete.

Ouvir música alta pode causar uma pessoa a beber mais álcool em menos tempo.

Madonna participou de uma chamada “The Breakfast” em 1979, ela tocava bateria, guitarra e cantava.

Um grupo que entro para o Guinness Book, foi o Metallic , recebeu o título de ser a primeira é a única banda a tocar em todos os 7 continente depois que eles fizeram um show na Antártida.

Ao ouvir uma música é acionado uma atividade da mesma parte do cérebro que libera a dopamina que atua no controle do movimento, na memória e sensação do prazer.

Seu desempenho na academia, ao ouvir música, é maior do que sem ouvi-la.

Espero que estejam gostando dessas curiosidades do mundo.

Obrigado por lerem.